Gaia - Deusa Mãe da Abundância

Leave a Comment

Gaia - Deusa Mãe da Abundância | Magia, Wicca, Bruxaria, Paganismo
  • Atribuições: Deusa da Abundância, Prosperidade, Amor infinito, Origem de tudo
  • Símbolos: Serpente, Planeta Terra, Fartura
  • Local: Ática, antiga região da Grécia
Estátua de Gaia, Deusa Mãe
Estátua de Gaia, por Oberon Zell
Gaia transcende o tempo. Considerada a Grande Mãe de toda a criação, Gaia é simbolizada pela abundância e pelo Planeta Terra em Si. De acordo com gregos que absorveram o culto a esta Deusa na antiga região da Ática, no início havia apenas o caos. No momento em que este caos encontrou a ordem, ele se transformou em uma forma, Gaia. A própria Gaia também é considerada como o caos antes da existência, o que induz a crer que ela própria se criou.

Gaia, a grande Mãe, deu forma a tudo e criou seus filhos: a terra, os mares, as montanhas, as plantas, os animais, as estrelas e etc. Gaia da a vida a cada um de seus filhos para que eles vivam em liberdade e harmonia, desfrutando da beleza de sua criação.

Além de ser representada pelo Planeta Terra, Gaia também possui como símbolo a serpente. Devido aos ensinamentos cristãos, a serpente é vista como algo maligno, venenoso e destrutivo. Contudo, uma coisa que devemos deixar bem clara antes é que, no culto à Deusa, nosso foco jamais será no lado negativo. Não importa qual seja o assunto ou símbolo analisado, o foco sempre será no lado positivo. Portanto a serpente representa a renovação e sua habilidade de renascer. No mito de Gaia, a Deusa era servida pela serpente Píton que morava no templo de Delfos, também na Grécia.


De mãe para filhos

Uma das lições mais valiosas que Gaia nos ensina através de sua criação é que devemos viver em abundância. Bem diferente da maioria das religiões onde o foco é o sentimento de culpa, de escassez e de sofrimento, na religião da Deusa a felicidade, a fartura e o amor são sempre destacados.

Viver em abundância não significa tirar dos outros, ser egoísta ou ter tudo em excesso e acumulado. Significa ter e compartilhar! Significa viver sem medo de ser feliz, sem medo de tentar coisas novas. No mito de Gaia ela própria se cria e ainda cria tudo a partir do nada existente. Nós, seus filhos, também podemos criar sem a necessidade de destruir para isto.

Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify



Invocando Gaia

Lembrete:
Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada Deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
Invocar Gaia para um contato mais íntimo é ideal para encontrarmos paz e felicidade. Mas Gaia não está em todo lugar? Por que a necessidade de invocá-la? Mesmo estando em todo lugar e observando sua criação, invocar Gaia é uma forma de agradecê-la por tudo que ela nos proporciona e mostrar como estamos e somos felizes.

Como Gaia representa a abundância e a fartura, uma das formas de invocá-la é através de um banquete com pessoas que amamos. Lembrando que a palavra "banquete" não se refere a jantares cheios de exageros, nem nada extremamente luxuoso. Basta uma mesa bem colocada com uma refeição preparada com amor e a presença de pessoas importantes para nós. A energia gerada no momento fará com que Gaia se sinta agradecida.

Outra forma de invocar a Deusa é prestigiando sempre os detalhes de sua criação. Na correria do dia a dia acabamos não nos dando conta, por exemplo, de que uma árvore que está na nossa rua possa estar precisando de uma limpeza, de um cuidado. Ou que uma roseira no jardim de nosso prédio, por exemplo, está abandonada, precisando de alguém para dar um pouco de carinho e atenção. Aos olhos de Gaia somos todos seus filhos, portanto devemos todos nos ajudar.

Gaia e ciência

Na década de 1970 foi proposta pelo britânico James E. Lovelock a Hipótese Gaia. Através de suas pesquisas, James propôs sua hipótese onde o planeta Terra é considerado um superorganismo, onde tudo o que está inserido nele é apenas uma pequena parte de um todo.  Basta pensarmos do micro para o macro e veremos que tudo pode ser considerado um superorganismo onde diversos organismos e microorganismos habitam. Sendo assim, o mito atemporal de Gaia passa a ser objeto de estudo no campo da ciência. Gaia, a grande Mãe, é, de fato, um ser vivo que mantém seus filhos vivos. Em contraparte, cabe a nós, seus filhos, mantermos nossa Mãe viva e saudável.

A hipótese de James gerou controversa entre os cientistas, porém ela nunca deixou de ser considerada (e de fato, nós sabemos que será confirmada!). Em filmes e jogos de videogame é bastante comum vermos a menção de Gaia como um ser vivo que cuida de seus filhos e merece ser cuidada.

O caso mais famoso é o RPG lançado em 1997 para o Playstation, Final Fantasy VII que vendeu mais de 9 milhões de cópias. No jogo os personagens habitam um planeta que é devastado pela exploração de grandes indústrias para a produção de armas e desenvolvimento de tecnologias bélicas. Durante todo o jogo o protagonista, Cloud, é capaz de ouvir o "choro do planeta" pedindo ajuda. A série Final Fantasy também fez outras menções à Deusa Gaia em outras edições, sempre mostrando muito respeito e gratidão.

Tarot da Deusa

Tarot da Deusa Carta 21 - Gaia
Tarot da Deusa - Gaia
Gaia é uma das Deusas presentes do baralho do Tarot da Deusa. A carta número XXI, Gaia, representa a O Mundo:
Na Grécia Antiga, a terra era personificada como Gaia, uma Deusa que sempre existiu antes da vida e que criou toda a vida. A história de Gaia nos lembra de toda a interconexão de todo o mundo - e da importância de vivermos em harmonia com todos os recursos.