Juno - Deusa do matrimônio e da união

Leave a Comment

Juno - Deusa do matrimônio e da união | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Read it in English!
  • Atribuições: Deusa do matrimônio, união conjugal, da perseverança e determinação. 
  • Símbolo: Pavão, coroa dourada, lírio. 
  • Local: Roma. 
Pintura da Deusa Juno por Gustave Moureau
A Deusa Juno é a Rainha dos Deuses na mitologia Romana. Esposa e irmã de Júpiter, Juno não possui uma origem exata, apenas sabe-se que é uma das divindades romanas mais antigas, possuindo registros que datam do século V a.C..

Ela é a Deusa da união conjugal e da monogamia, sendo fiel ao seu marido, dando-lhe suporte e convicção apesar de Júpiter não lhe tratar da mesma forma. Diversas vezes ela foi traída com Deusas e mortais e teve sua ira provocada, causando as frequentes tempestades relatadas pelos romanos.

Após a chegada da cultura grega houve uma confusão entre os Deuses gregos e romanos e Juno foi rapidamente associada à Hera. Apesar das aparências uma não deve ser confundida com a outra, pois Juno foi uma Deusa importante com sua própria história.


O sexto mês do calendário

O mesmo calendário que usamos vigora em grande parte do mundo. Ele descende do primeiro modelo de calendário solar imposto por Júlio César em 46 a.c., onde o sexto mês, “Junho”, foi feito em reverência à Deusa Juno. É daí que vem a superstição de que este é o mês dos casamentos, pois todos os casais que se unissem sob a benção da Deusa teriam muita felicidade e paz durante toda a vida matriarcal.

Na antiguidade eram realizadas diversas festividades durante esse mês para honrar Juno, essas festas eram chamadas “junônias” e com o tempo coincidiram com as festas do catolicismo que comemoravam o nascimento de São João. Para atrair mais fiéis as festividades pagãs não foram extintas, mas lentamente assimiladas. Deu-se então o surgimento das festas juninas como conhecemos hoje.

Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify



Invocando Juno

Lembrete:
Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada Deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
Como uma representante da Deusa Tríplice, Juno também representa a Deusa Mãe da Wicca, a Lua Cheia, e este é o melhor período para um ritual em seu louvor.

Juno é invocada principalmente para auxiliar com problemas no casamento ou na preparação deste, mas estende suas bênçãos a todos que precisem de proteção e força durante um momento difícil.

Itens necessários:
  • Um punhado de moedas prateadas (se tiver moedas de prata é melhor) 
  • Uma pena de ganso 
  • Vinho tinto ou suco de uva 
  • Uma tigela ou copo preenchido com 1/3 de água 
  • Um prato ou uma bandeja 
Não é necessário realizar o ritual ao luar, mas é feito preferencialmente durante qualquer dia do período da Lua Cheia. Relaxe e purifique-se como faria normalmente para qualquer outro ritual. Quando estiver pronto entoe o seguinte verso:

“Deusa protetora do sagrado feminino proteja a mim e ao meu destino”

Vá jogando as moedas na água uma por uma e tente pensar em qual situação você pede a guia e proteção da Deusa e em quais situações se mostrou forte e digno de recebê-la.

Quando elas acabarem, despeje o vinho/suco na água e medite sobre suas respostas em silêncio.
Sussurre sua gratidão à pena e deixe-a cair na água. Esta pena se torna consagrada com seus desejos, guarde-a como lembrança de suas bênçãos e quando seu pedido se realizar solte-a ao vento.

Tarot da Deusa

Tarot da Deusa - Carta V - Juno
Juno é uma das Deusas presentes no Tarot da Deusa. A carta número V, Juno, representa o Tradição.

Juno teve a honra de ser a protetora, a padroeira do casamento e de outras cerimônias tradicionais de passagem na vida das mulheres. Acreditava-se que esta Deusa romana assistia e protegia todas as mulheres - do primeiro ao último suspiro.