Rhiannon - Deusa dos cavalos e do Outro Mundo

Leave a Comment

Rhiannon - Deusa dos cavalos e do Outro Mundo | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Read it in English!
  • Atribuições: Deusa dos cavalos, dos pássaros, dos encantamentos, do instinto, da fertilidade, do submundo e da morte
  • Símbolos: White horses, fairies
  • Local: Europa

Ilustração da Deusa Rhiannon  A rainha das fadas, Rhiannon, é uma grande Deusa na mitologia da antiga Bretanha. Ela é uma divindade que usa seus poderes para o amor próprio e o de outrem, fazendo os corações brilharem como um exemplo de amor verdadeiro e beleza.

Essa Deusa é associada com Epona, a Deusa Égua galesa, e provavelmente, ambas se derivaram da antiga Deusa Celta Rigatona, mas infelizmente as histórias dessa última Deusa estão perdidas para nós, impossibilitando uma aproximação com fundamento histórico.

Ela aparece predominantemente nos capítulos 1 e 3 do Mabinogion, uma narrativa galesa medieval que cresceu a partir dos antigos mitos de divindades Celtas, marcando presença entre esses textos mais antigos da literatura britânica.

Rhiannon é altamente inteligente, politicamente estratégica e também famosa por sua riqueza e generosidade. Dizem que é sempre acompanhada por três pássaros, que possuíam o poder de encantar os vivos e acordar os mortos.

Sua história original, contada principalmente no primeiro capítulo do Mabinogion, diz que ela é uma mulher filha do senhor do “outro mundo”, Hefaidd, que escolhe Pwyll, príncipe de Dyfed (oeste do País de Gales) como consorte, em invés de alguém “igual a ela”, como pretendido pela sua família.

Ao ter conhecimento da escolha do marido da Deusa, seu pai lançou-lhe uma maldição que a deixou estéril. Rhiannon então, não poderia jamais ser mãe normalmente, então recorreu a um encantamento que a permitisse engravidar.

Foi então que o herdeiro de Dyfed foi concebido, e na mesma noite do seu nascimento, foi raptado por um espírito malévolo. As seis donzelas responsáveis por cuidar da criança, com medo de serem acusadas do desaparecimento, mataram um cão e esfregaram o sangue e as vísceras dele nas vestes da Deusa para que acreditassem que ela havia o devorado.

Nisso, seu marido, o rei, impôs-lhe um castigo e durante todo o período castigada a Deusa se mantém digna e em silêncio, sem jamais acusar outra pessoa por não ter provas.

Após sete anos desses acontecimentos, um senhor chamado Teyrnon encontrou o menino desaparecido, que foi reconhecido, após crescer numa velocidade sobrehumana, como filho de Rhiannon e Pwyll. O castigo da Deusa foi retirado e a criança foi entregue à família.


Símbolo do sol

O cavalo, normalmente, é um símbolo solar, representando em várias lendas a força que leva o astro por através do céu. Muitas divindades têm esse animal como montaria, sobretudo na cultura Celta, onde a equitação era muito forte entre o povo.

Esse animal, portanto, é mágico e misterioso, ligado também às trevas através da Deusa Rhiannon, representantes do balanço do universo.

Proteção contra espíritos ruins


Uma tradição Celta ainda viva hoje em dia é fixar uma fita vermelha cheia de nós nas roupas dos bebês, evitando assim que espíritos ruins os sequestrem. Este tipo de proteção também pode ser usado por adultos.

Em conjunto com a fita vermelha, é muito comum utilizar nomes mágicos e/ou apelidos a recém nascidos, a fim de nunca revelar seus veradeiros nomes, dificultando o acesso de tais ameaças.

Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify




Invocando Rihannon

Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada Deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
Rhiannon é uma Deusa muito invocada quando se está com incerteza sobre determinado assunto. Ela aparece para que nosso instinto possa ser trabalhado e assim evitar dor e sofrimento futuro.

Aprendendo a confiar no próprio instinto também é um jeito de homenagear a Deusa. A maneira ideal de se trabalhar uma incerteza é transformá-la em questionamento, para assim obter respostas e direções. Para que suas dúvidas cessem, você pode fazer um ritual durante a Lua minguante, em um sábado, pois o número 7 é sagrado à essa Deusa.

Itens necessários:

  • Roupa branca 
  • Incenso de alfazema ou violeta 

Este ritual consiste de alguns minutos de meditação durante o dia. Certifique-se de vestir a roupa branca, assim como a Deusa, durante o dia todo. Acenda um incenso sempre que sentir-se perdida(o), pedindo direções à Rhiannon e fazendo um auto questionamento sobre a situação.

A Deusa há de aguçar seus instintos para que siga na direção certa, mas cabe a você segui-los.

Tarot da Deusa

Tarot da Deusa - Deusa Rhiannon
Rhiannon é uma Deusa presente no Tarot da Deusa. A carta número VII, Rhiannon, representa o Movimento.

Acredita-se que a Deusa cavalo britânica Rhiannon aparece para os seus seguidores montando um cavalo branco sobrenatural. Desta forma Rhiannon simboliza a incessante força de movimento que puxa toda a vida com ela.