Frigga - Deusa do conhecimento e das previsões

Leave a Comment

Frigga - Deusa do conhecimento e das previsões | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Read it in English!

Atribuições: Deusa do conhecimento, da clarividência, da terra, casamento, nascimento, fertilidade, maternidade, amor e tarefas domésticas. Rainha do Aesir
Símbolos: Chaves, roca, tear
Local: Escandinávia

A Deusa em maior posição dentro do Aesir, Frigga, é associada com conhecimento e clarividência. Ela é a primeira esposa de Odin e mãe de Baldr. Sua aparência é a de uma mulher alta, linda e imponente, segundo relatos. Ela sempre usa caras joias e bonitas roupas, com muita plumagem de falcões e águias (os animais que podia transformar-se).

Frigga reside em seu palácio, Fensalir, que dizem ser a morada mais esplêndida de toda mitologia nórdica. Lá é onde ela passa seus dias ao lado de seu esposo, conversando e bebendo em taças douradas. Sua irmã é a Deusa Fulla, que regulava a entrada em seu palácio e conhecia todos os seus segredos.

Ela também é associada com a própria terra, assim como Gaia, possuindo assim o atributo da fertilidade e uma importância ainda maior para seus devotos. Como Deusa do casamento, nascimento e maternidade, amor e tarefas domésticas, Frigga é a esposa idealizada, mantenedora da paz, códigos morais e justiça, nos planos físico e celestial. Frigga consegue o que quer através da diplomacia, característica muito forte nessa divindade.

Sua habilidade natural de prever o futuro entra em contraste com as tentativas de Odin descobrir o futuro através de auto sacrifício, questionando gigantes e espíritos. Aqui os papéis tradicionais do homem e da mulher na mitologia nórdica são reforçados: Homens têm poder físico e mulheres possuem um dom natural à magia e estão mais próximas do divino.

Frigga e Freyja

Alguns estudiosos dizem que Frigga pode ser a mesma Deusa que Freyja, devido a semelhante importância das duas para os escandinavos, porém elas são de panteões diferentes, enquanto a primeira Deusa é Rainha do Aesir, a segunda é Rainha de Vanir.

De acordo com textos do Edda, estes dois panteões entraram em conflito e acabaram sendo unificados.O que se sugere então, ao analisarmos os características de ambas as Deusas, é que elas são Deusas diferentes e independentes, porém arquétipos da Deusa Tríplice, sendo a Deusa Freyja a donzela guerreira e a Deusa Frigga a mãe sábia. O terceiro aspecto, o de anciã, é atribuído a Deusa Hel que governa o mundo dos mortos.

Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify



Invocando Frigga

Lembrete:
Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada Deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
Frigga é uma Deusa que nos mantém em contato com nossa natureza intuitiva e a vida em alinhamento com o lado espiritual. O ritual abaixo pode ser feito em qualquer fase lunar para atrair boas energias para sua casa e guiar com sabedoria o caminho daqueles que residem nela.

Itens necessários: 
  • Chave de metal brilhante 
  • Polidor de metais  

Antes de iniciar, faça um polimento na chave de maneira que ela fique brilhando.

Pegue a chave polida e fique dentro da área do batente da porta da sua casa, encarando o interior.

Segure a chave a sua frente e chame por Frigga, peça para ela abençoar a chave, seu lar e a si mesma(o).

Ande por todos os cômodos com a chave a sua frente, imaginando que esteja abrindo novos caminhos em sua vida e fechando aqueles que não te fazem bem.

Faça seus pedidos de acordo com sua intuição.

Quando passar por todos os cômodos, volte à entrada e pendure a chave sobre a porta.

Lembre-se de mantê-la sempre limpa e polida para que as bênçãos da Deusa continuem a cair sobre sua casa.

Leituras recomendadas