Neith - Deusa da guerra e da tecelagem

Leave a Comment

Neith - Deusa da guerra e da tecelagem | Wicca, magia, bruxaria, paganismo
  • Atributos: Deusa da guerra, da caça e da tecelagem
  • Símbolos: Escudo com duas flechas cruzadas, coroa vermelha, tear, vaca 
  • Local: Egito
Neith - Deusa egípcia | Wicca, magia, bruxaria, paganismo
Neith (ou Nit, Net ou Neit) era a padroeira do baixo Egito e da cidade de Sais, onde seus devotos também a identificavam como a Deusa grega Athena, devido a suas atribuições similares.

Ela é uma das mais antigas divindades do panteão Egípcio e no período pré-dinástico era representada com o escudo e um par de flechas cruzadas, onde era considerada Deusa da caça e da guerra, conhecida pelo epíteto “Amante do arco, Governante das flechas”.

Após esse período, no baixo Egito era geralmente representada com uma coroa vermelha e agulhas de tecelagem sobre ela, enquanto no alto Egito possuía uma cabeça de leoa ou era transformada totalmente em uma vaca. Não se sabe quando as flechas foram substituídas pelas agulhas. Isso pode ter sido uma má interpretação da Deusa ou uma reinterpretação da mesma, para transformá-la em uma Deusa tecelã.

Normalmente ela carrega um was (cetro que simboliza poder e governança) na mão direita e uma ankh (símbolo da vida) na esquerda. Algumas vezes é representada amamentando um crocodilo, refletindo um mito provincial de que ela é mãe ou consorte do Deus crocodilo, Sobek. Esse mesmo mito diz que Neith foi a criadora do mundo e mãe do Deus sol, Ra, fazendo dela mãe de todos os Deuses e, inclusive, mãe de Apep, a grande serpente inimiga de Ra, que surgiu quando a Deusa cuspiu nas águas provinciais do caos.

Outra lenda de criação diz que ela teceu o mundo em seu tear e também a associa com ritos funerários pois ela é a responsável por criar as bandagens que envelopavam as múmias (ligando-a a Néftis).

Neith é uma divindade tão poderosa e popular que os outros Deuses geralmente a procuravam quando não conseguiam resolver uma disputa. Um dos casos mais conhecidos é a disputa de Horus e Seth pelo trono do Egito. Quando eles viram que não conseguiam se acertar, enviaram uma carta à Deusa procurando conselho. Horus foi feito rei e Seth ganhou terras e duas esposas (Anat e Astarte) como consolação.

Deusa da criação

Assim com Ísis, Hathor e outras Deusas criacionistas, Neith também era representada como uma vaca às vezes. A vaca é um animal sagrado a muitas culturas, simbolizando maternidade, fertilidade e renovação.

Neith é a maior Deusa criacionista egípcia pois não necessita de um par para gerar vida. Ela faz com que tudo surja das águas do caos somente com sua vontade. Devido a esse traço alguns estudiosos a consideram uma divindade andrógena.

Além de criar vida, também protegia os mortos e os vasos canópicos junto com Ísis, Néftis e Sekmet.

Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify



Invocando Neith

Lembrete:
Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada Deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
Na antiga Alexandria, todo ano um festival era comemorado em honra à Neith na última sexta-feira de Dezembro. Nesse festival, chamado de Banquete das Lâmpadas, os devotos queimavam incontáveis velas e acendiam incontáveis tochas e lâmpadas durante a noite enquanto desfrutavam de um banquete ao ar livre.

Acredita-se que as luzes das lâmpadas alinhavam-se com as luzes das estrelas no céu, levantando o véu entre os dois mundos para que as almas dos mortos prosseguissem para sua nova existência.

As luzes de Neith protegiam todos aqueles que estavam fazendo viagem a um novo mundo, onde achariam um novo despertar. O véu era levantado não somente para os desencarnados mas para todos que quisessem experimentar a Sua luz.

A melhor forma de honrá-la ainda hoje é acender uma chama durante a noite e deixá-la consumir-se até apagar.

Neith pode ser invocada sempre que você precisar renovar-se, auxiliando a abandonar hábitos que te prejudiquem ou te façam mal, por exemplo.

O desejo tem que ser seu! Acenda a vela ou a tocha e faça seus pedidos, mas nada de tristeza! Assim como no festival original, Neith deve ser invocada e honrada com alegria.