Nut - Deusa do céu e da proteção

Leave a Comment

Nut - Deusa do céu e da proteção | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Read it in English!
  • Atribuições: Deusa do céu e do firmamento, das estrelas e da morte
  • Símbolos: Céu, estrelas, vaca, pote
  • Local: Egito
Nut, Deusa da Noite | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Os antigos egípcios tinham a Deusa Nut (ou Nuit, Newet, ou ainda, Nueth) como uma das mais adoradas. Ela era a própria personificação do céu e também era aquela que deu à luz a muitos Deuses, possuindo um importante papel na sua mitologia como uma barreira entre o caos e a ordem.

Filha de Shu, o Deus do ar e Tefnut, Deusa da umidade, Nut é uma das Deusas que remetem à criação do mundo.

Nesse mito, ela e seu irmão Geb (Deus terra) eram vistos como amantes, e abraçavam-se tão fortemente que nada podia passar entre eles. Obervando aquilo, Shu separou-os, tornando-se o vento que circula entre céu e terra.

Essa separação foi tardia, quando Nut já estava grávida. Dela nasceram todos os planetas e estrelas, e eles ficariam junto dela enquanto estivesse presente no céu. Esse é um atributo que ela divide com a Deusa Hathor, juntamente com o símbolo da vaca, que representa a habilidade de dar vida.

Dessa união também surgiram alguns Deuses do panteão egípcio, sendo eles Osíris, Set, Ísis e Néftis. Os antigos egípcios também diziam que seu avô, o Deus sol Ra, todas as noites entrava pela sua boca e renascia de sua vulva a cada manhã.

A representação de Nut normalmente é uma mulher nua, negra e coberta de estrelas. Ela fica curvada em direção à terra, olhando para baixo, e seus braços e pernas formavam pilares que sustentavam o céu e protegiam o mundo do caos. Ela pode ser representada, também, por uma mulher comum com um pote sobre a cabeça.

Deusa da morte

Como já foi dito, Nut dava à luz ao sol todos os dias. Esse fator a conectava com o submundo, com ressurreição e com as tumbas, tornando-a uma Deusa de morte e renascimento.

Ela era vista como amiga dos mortos, uma protetora àqueles que atravessavam o Duat (o submundo egípcio).

Frequentemente ela era pintada por dentro dos sarcófagos de seus devotos para protege-los até que renascessem, como Ra, em uma nova vida.

Nut possuía grande importância na mitologia egípcia, possuindo alguns festivais em sua homenagem realizados durante o ano, mas nenhum grande templo ou culto foi ligado a ela. Existiram alguns santuários em seu nome, e ocasionalmente eram feitos rituais com alimento.


Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify



Invocando Nut

Lembrete:
Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada Deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
Essa Deusa é uma grande aliada quando o assunto é proteção. Como foi dito, os antigos egípcios acreditavam que ela protegia o mundo com o seu corpo, impedindo que o caos os alcançasse.

Se você estiver com a sensação de que muitas coisas estão dando errado e sua vida em si está um caos, pode invocar Nut durante a Lua Crescente ou Lua Cheia para que ela afaste essa energia ruim.

Itens necessários:


  • Incenso (Alecrim e açafrão recomendados) 
  • Velas 
  • Sua música preferida 


Em uma noite, em algum local escuro e que de preferência consiga ver o céu, acenda as velas e os incensos.

Faça uma breve meditação acerca do seu objetivo e do seu pedido.

Coloque a música para tocar e dance. Deixe-se levar pelo ritmo e não perca o foco do seu pedido.

Quando sentir que já é o suficiente, vá descansar. Tenha sempre gratidão em mente pois Nut nos protege do grande caos desde tempos imemoriais.

Agradeça a Deusa no fim do ritual e deite-se para dormir.