Gayatri - A Deusa personificação do mantra

Leave a Comment

Gayatri - A Deusa personificação do mantra | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Read it in English!
  • Atributos: Personificação do Mantra Gāyatrī, Deusa da riqueza e da educação, mãe dos Vedas 
  • Símbolo: O mantra Gāyatrī (ॐभूर्भुवस्व) 
  • Local: Índia 

Gayatri - Ilustração da Deusa
Na mitologia indiana, todas as divindades são manifestações de Brahman, o espírito divino e absoluto, em diferentes ocasiões, e a Deusa Gayatri não é diferente.

Ela é tipicamente retratada sentada em uma lótus vermelha, que significa riqueza e pode aparecer sob duas formas:

  • Com cinco faces diferentes (Mukta, Vidruma, Hema, Neela, Dhavala) representando os pancha pranas / pancha vayus (sentidos/ventos) e dez braços. Seus dez olhos encaram oito direções diferentes além do céu e da terra e seus braços seguram todas as armas de Brahma, Vishnu e Shiva
  • Acompanhada por um cisne branco, segurando escrituras (que denotam conhecimento) em uma mão e um vaso em outra, simbolizando cura. Nessa forma ela é a Deusa da educação.

Seu mito de origem conta que um dia Brahma foi realizar suas orações aos Deuses, mas percebeu que para isso precisaria estar casado; a presença de seu par era imprescindível para a conclusão dos rituais. Brahma pediu para que lhe buscassem qualquer garota, e uma linda mulher foi encontrada próxima ao Monte Kairash, na região do lago Manasarovar.

Quando foi levada à Brahma, ele percebeu que ela era a própria personificação do mantra Gayatri. Eles se casaram naquele momento e permanecem juntos desde então.

Devido a essa união, a Deusa Gayatri é muitas vezes vista como outra representação de Sarasvati, ou ainda, considerada a culminação de três Deusas: Lakshmi, Parvati e Sarasvati.

Gayatri é, portanto, uma Deusa Tríplice em sua essência.


As escrituras da verdade

O hinduísmo possui um extenso sistema de escrituras sagradas chamado de Vedas. São quatro obras escritas em sânscrito védico (que posteriormente deram origem ao sânscrito clássico) datadas de muito tempo atrás.

O texto mais antigo é o Rigveda, registrado entre 2000 BCE e 1500 BCE., e é onde o mantra Gāyatrī (ॐभूर्भुवस्व) apareceu escrito pela primeira vez, mas estudiosos confirmam que ele pode ter sido passado muitos anos antes oralmente.

Sendo o segundo mantra mais reverenciado no hinduísmo, ficando atrás somente do Om (ॐ), o Gāyatrī invoca Savita, divindade indiana do sol, e por isso ele também recebe o nome de Sāvitrī.

Segundo as crenças dos hindus, os conhecimentos registrados nos Vedas representam toda “a verdade”. Sendo “mãe dos Vedas”, também podemos interpretar Gayatri como “mãe da verdade”.


Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify



Invocando Gayatri

Lembrete:
Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.
O mantra Gāyatrī inspira conhecimento e sabedoria, sua tradução é algo nas linhas de “Que o Deus Todo-Poderoso ilumine nosso intelecto para nos guiar pelo caminho justo”.

Você pode recitar o mantra, juntamente com algum incenso, para inspirar essas qualidades e assim atingir seus objetivos.


Gayatri na cultura pop


O tema de abertura da série de ficção científica Battlestar Galactica (emissora ABC) contém o mantra Gayatri:

  


 Durante a sua turnê (Living Proof: The Farewell Tour), a cantora norte-americana Cher incluiu no seu repertório o mantra: